XII Capitulo

Se sentir estranha com um novo sentimento é normal,o pior que quando nós queremos de qualquer jeito esconder o que está mas do que claro.Na maioria das vezes isso é causado por um sentimento chamado amor,o tal criadordo medo de perder e da insegurança,mas também é o criador da felicidade da alegrias, das borboletas no estomago e de outras coisas boas...O problema do amor,é que choramos muito,de alegria de de trsiteza...ele nos faz sentir o vázio e o cheio ao mesmo tempo,ele nos dá a certeza e a incerteza,tudo de uma forma intensa.

Seu primeiro amor,não é aquele gatinho que você era afim na quinta série,mas sim aquele que te faz sentir tudo o que citei acima,as vezes ele é pra vida toda,as vezes ele é tirado de nos...A gente acha que por que estamos afim de um carinha é por que estamos apaixonadas,que nada...só gostamos de estar com ele,talvez ele seja no primeiro amor,mas talvez não.

Eles andavam a caminho da praçinha,quando chegaram lá,não tinha muitas pessoas,só algumas crianças brincando,alguns casais namorando e alguns casais de idosos ,reunidos jogando o tão famoso dominó...Tinha alguns briquedos,onde as mães e as babas estavam com as crianças...risos,cantorias...tudo que uma praçinha tem.Eles,desde que sairam de casa, não falaram nada.Zac se aproximou de Vanessa ,sem dizer nada,e tocou na mão da garota deixando ela assustada,então sem ter medo entrelaçou os dedos dela nos dele.Sorriu ao ver que ela não soltou ,mas apertou.

-Então...quer fazer o que?- ele perguntou ,quebrando o silêncio

-AH...não sei!-sorriu tímida- faz tempo que não venho aqui!

-é faz mesmo!-sorriu pra ela – ah...vem...- puxou ela

Quando ela viu o lugar lembrou exatamente onde estava...e então um filme passou em sua
mente.

-Flashback On-

Vanessa tinha oito anos e Zac nove,estavam na praçinha perto da casa do garoto,adoravam ir para lá brincar.Um dos lugares favoritos deles na praça.Era bem afastado...era repleto de flores,a cerca era de flores,fazendo assim ,parecer uma casa feita de arranjos de flores...
Amavam o lugar e um ao outro.Zac sorriu para Vanessa que retribuiu...então o garoto foi até uma árvore ,pegou algo que ajudasse a riscar e riscou na árvore: Z & V ,I Love You ♥ . A garota foi até ele,e o abraçou com toda a força que tinha...depois olhou para ele ...

-Vamos fazer uma promessa!- sorriu
-Tá!Mas como seria?- ele perguntou
-Ah...dedo mindinho ...- eles se seguraram pelo dedo mindinho – Eu juro amizade eterna com
Zac Efron,meu melhor amigo...- sorriu – agora você muda o Zac Efron ,pela Vanessa Hudgens.

-Tá!- Sorriu – Eu juro amizade eterna com Vanessa Hudgens,minha melhor amiga...

-Pronto!- soltou do dedo do menino...

Logo em seguinda,beijou a boca dele,um beijo de criança,nada demais,apenas um selinho.Ele a olhou assustado,tocou sua boca,e depois na dela...romance infantil,tão doce ,tão sincero...Sorriram e ficaram abraçados até chegar a hora de ir para casa...

-Flashback Off-


As lembranças foram passando pela sua cabeça.E quando foi perceber o garoto a olhava,parece que não foi só ela que lembrou de algo...Ele fez o gesto com o dedinho,e ela apenas apertou,acho que a promessa ainda era válida.Ele então fez carinho no rosto dela,e quando ela foi ver sentia a respiração dele,rápida,e no seu estomago,tudo aquilo voltou ...Ele a segurou pela cintura,a trazendo para mas perto,os rostos grudados,as bocas não viram mas o por quê de tanta distância.As linguas se encontraram,e aquele simples ,mas forte contando ,fez Vanessa ouvir sinos tocando...como uma melodia.Ao fundo um melodia conhecida tocava,numa das barraquinhas...


Esse vazio está me matando
E Eu estou querendo saber por que
esperei assim portanto tempo
Olhando o passado eu percebi,
Isso estava lá pra ser dito
E eu estou esperando aqui
Estive esperando aqui

Então a voz do fundo dizia,que tal vez a promessa e que o primeiro beijo...ainda estava vivo ,e que sempre esteve vivo na mente deles.Eles estavam ali,aquilo era para acontecer,tudo foi feito ,escrito por linhas tortas,mas certas...Quando se afastaram,se olhavam,ela queria poder dizer o que sentia,mas o problema era que estava tão confusa,que não conseguia pensar nela mesma.Zac então foi até o ouvido da garota...

-A promessa,o beijo...nunca esqueci!- a voz rouca dizia ,enquanto ela lutava para se manter em pé – Hoje,talvez eu veja que todo o ódio, seja outra coisa...- respirou – Eu ,eu...tenho medo de dizer o que vou dizer...Mas eu acho que todo esse ódio sempre foi amor,e não de irmão...- depois de dizer isso olhou o rosto dela.

Susto...as palavras,pareciam tão sinceras ,a boca dele foi com tudo na dela.Talvez ele já tivesse visto o que ela não queria admitir,desde o dia que foi para Londres.Só bastava a ela ,aproveitar ... Logo depois estavam andando de mãos dadas pela praçinha,ela se equilibrava nos paralelepípedos ,ele a segurava ,e riam...como costumava fazer quando eram crianças descobrindo o amor...

-Cachorro quente?- ele perguntou

-Minha barriga pede por isso!- sorriu

-Vem!

Foram até a barraquinha de cachorro quente,pediram um com tudo que tinha direito,foram até uma árvore e se sentaram na grama,num lugar afastado.Em alguns minutos o cachorro dente já tinha sumido,e Vanessa estava com a cabeça na perna dele,enquanto ele fazia carinho no cabelo dela.Se olhavam , os olhos brilhavam,o azul dos olhos dele estavam mas fortes do que o comum e o mel dela estava mas doce do que antes...Talvez por que descobriram algo dentro deles...

-Acho que já ta na hora!- ela falou

-É!-num tom desanimado

-então vamos!?-falou se levantando e ficando de frente a ele.

Nada ele respondeu,apenas passou a mão pelo rosto dela,e com a mão na nuca da garota a trouxe para mas perto.Olhos fixos,bocas com fome...e se beijaram.Beijo longo,com todos os “negócios” estranhos...Logo depois estavam indo para casa...Vanessa foi direto para o seu quarto Zac ,ficou na varanda,jogando basquete com Dylan e Joe.

Demi foi até o quarto da amiga,chegando lá viu a cena de Vanessa olhando pro teto e sorrindo...Só ficou olhando,e parecia que a amiga não percebeu sua presença,mas ali ficou...só olhando.Vanessa parecia está sonhando acordada,ou algo do tipo,talvez finalmente tinha percebido algo,foi quando a garota olhou para a amiga,ainda sorrindo ...

-Eu...eu to apaixonada por ele!-Vanessa disse

-Uau!- sorriu ,e se sentou do lado da amiga – E como você descobriu?

-Nós fomos na praçinha,onde costumávamos ir quando éramos crianças.- respirou –onde
fizemos a promessa ...de amizade eterna,e que eu e ele nos beijamos,beijo de criança claro...

-Disso eu não sabia!- olhando para V

-Ainda tinha na árvore o que ele riscou,Z & V ,I Love You.E depois ele me falou algumas
coisas,e ... aí caiu a ficha!

-Demorou!- sorriu

-Não...- sorriu – ele é ahhh...vou ficar quieta,parecer uma boba não é a minha!

-Maluca!-riu

-pára!

Ficaram brincando.Travesseiro para todos os lados.Depois de uma descoberta...algo maior.Tudo
diferente...agora as borboletas no estomago eram reais...E uma única palavra fazia sentindo em tudo:Amor!

Continua....
E ai?sabe sem querer ser convencida mas já sendo esse capitulo foi demais hein?Rsrsr ok parei...
Mas então a história está na reata final,mais quatro capitulos ...
MAs talvez venha novidades ,não posso prometer pois esse ano tenho vestibular e como é o ultimo ano na escola tenho que me esforçar mais ,mas acho que esse ano ainda escrevo mais uma ou duas histórias beleza?

Bom,é isso ai...

Beijos e comentem....

4 comentários:

Luana disse...

ta muito massa mesmo!pena que ja esta acabando
:( ! bj

Cristy disse...

Oá:)Adorei o capitulo;)

Foi tão fofo...e verdade e pena que esteja acabar a histórias...mas outras virão:)

beijos

Raissa disse...

Tá mt lindo msm,vc não está sendo convencida...Mas e sua outra historia zanessa um amor verdadeiro?????????

Paula disse...

é verdade sua história tá linda,pena q tá acabando...
é verdade e a sua outra história,ela tava super legal,vc podia terminar ela.
bjos

Postar um comentário