IX Capitulo

Se quiserem escutar clique aqui para escutar a música- tema,pois é um capitulo especial...

Já sentiu que as coisas sairam totalmente do controle?Eu já...se vocês não,eu posso dar um exemplo...você sempre tem um gatinho que gosta certo?Certooo...então,você esconde por um bom tempo ,depois começam a namorar escondido,e tudo sai do controle em menos de duas semanas todo mundo está comentando sobre isso...isso é sair do controle ,literalmente.Eu já sentir isso em várias ocassiões ,mas bom não vou falar da minha vida já que a história é o que importa para vocês,certo?Não vou fazer aquilo de novo...CERTOOOOOOO,desculpinha não resistir...

Mas você também já sentiu raiva de algo e de alguém que odeia?Ah...eu já,de novo.Mas então é exatamente isso que tá acontecendo com a nossa querida Vanessa,digo...ela ficou com uma raiva tão grande ao ver a cena de seu irmão mais velho beijando uma garota,que só faltava soltar fogo pelas...ah,essa pelavra é muuuuutissisisimo feia,então não a escreverei ok!?Mas ela estava realmente mal,foi para seu quarto como um furacão ,passou por Zac ,que a seguiu...
Entrou no quarto batendo a porta com toda a força que tinha,ligou o rádio ,a música tocou,e Zac entrou no quarto...

-Quem você pensa que é?-ele perguntou indo para perto dela

-Sou Vanessa Hudgens,não posso dizer que é um prazer te ver! – ironicamente...,a voz de Jesse
McCartney ,iniciou uma canção no rádio

-Pode me explicar aquela cena lá embaixo?- não falavam, gritavam

-Explicar o que?Que você estava se agarrando uma garota ,dentro da nossa casa?- olhou para ele
– você sabe que o papai odeia isso,e mesmo não me suportando ,se lembre que eu também moro aqui!

-Você nem estava em casa...

-Mesmo assim...são as regras do papai!-seus olhos,ódio e amor...- eu te odeio!- ele se aproximou
dela

-eu te odeio,muito mas!- mas próximo dela

-eu..te o-odeio!- gaguejou,ele estava muito próxmo,não pode deixar de notar a boca de seu
irmão...

Eles estavam próximos,repiração ofegante e quente...Os olhos se olhavam com tanta intensidade,que não tinha como explicar...Ali,não sabiam dizer se existia ódio ou amor...próximos,algo perigoso...E por que Vanessa sentia algo em seu estomago,algo como se borboletas batessem as asas forte...E ele por que estava com medo dela ficar magoada com ele?Por que os dois,ali,perceberam que tudo não passavam de mentiras...?

E eu não sei
Como ser legal, quando não sou
Por que
Eu não sei
Como fazer esse sentimento parar

Just So You Know...só para vocês saberem eu também não sei.Talvez,houvesse algo mas que irmãos que se odiavam...Zac a olhava,Vanessa o olhava...a mão dele passou pela cintura da garota,trazendo ela para mas perto,fazendo,assim,suas bocas ficarem próximas de mais.Ali era,nariz com nariz,olho com olho,e boca com boca...Ele brincou com a boca dela,passando o nariz pela boca dela,em forma de carinho.E as borboletas faziam seu trabalho....Voltaram a se olhar,sentiam o coração bater em mil por hora,de uma forma sintonica...digo,na mesma sintonia...Corpo a corpo...

Só pra você saber
Esse sentimento está tomando o controle
E eu não posso ajudá-lo
Eu não vou sentar por perto
Eu não posso deixar ele me vencer agora
Eu achei que você deveria saber
Eu dei o meu melhor pra desistir de você
Mas eu não quero
Eu só direi isso tudo antes de ir
Só pra você saber

Tudo estava tão forte,e os corações batiam cada vez mas forte.Sem perceber ela fechou os olhos,como se pedisse ... ele de começo não fez nada,só a olhou...ela estava vunerável.Vunerável a ele...Passou sua boca na dela,macia...sim ,a boca dela era macia,tão macia como seu travesseiro...horrivel comparação eu sei,mas foi a única que encontrei.Ela abriu os olhos,e ali ele pode ver mel,doce e puro...puro,de uma forma ou de outra,puro.E ela notou o azul dos olhos dele,se perdeu no infinito...tão azuis,como o mar ...e como o céu.

Foi a vez dela,olhou a boca dele,e passou a sua devagar,e beijou o canto da boca do garoto...Sentiu que as borboletas bateram mas forte.Ela continuou com seus olhos na boca dele,e ele a olhava,com amor...Se aproximaram mas,se isso ainda era possivel,a boca de Vanessa estava entreaberta,Zac só deu o próximo passo,juntá-las.Quando as bocas se tocaram,uma explosão no coração dos dois.As linguas se uniram e em sintonia se movimentavam...

Explicar o que acontecia era dificil,mas estavam gostando...sentiam o gosto um do outro,e ali,boca a boca,percebram,brigas...todas elas,não passaram de mentiras.Saudades...não era saudades dos pais de Vanessa,mas sim de estarem sempre juntos,e tudo foi depositado naquele beijo...Ela não queria acordar,gostava...mas que loucura era aquela?Beijava seu irmão...mas ele não era seu irmão...não era sim...e durante esse tempo que pensava em se soltar ou não,sentiu as mãos de Zac em sua cintura ,firmimente.Como se a pedisse para continuar,e deixar se levar...
Ela o empurrou,tinha desidido estava errado...o odiava,e eram irmãos...Ele não a olhou,ela apenas tentava controlar sua repiração,depois de alguns meses sem beijos,essa volta foi ,estranhamente maravilhosa...

-Você está maluco?!- o olhou,mas dessa vez ele não a olhava,estava de cabeça baixa.-Somos irmãos!- sentiu pena em dizer aquilo,por que no fundo...queria ,talvez,mas do que ele,sem saber

-Er...eu..eu – pela primeira vez ,desde o dia em que conheceu uma linda morena,lê-se
Vanessa ,ele gaguejou ,nada disse...então saiu

Ela olhou ele sair,sentiu pena em seu coração,ódio por de se afastado,e vontade de beijá-lo novamente...caiu na cama,tocou em seus lábios,o gosto dele...foi tão bom sentir.Sorriu e deixou de sorrir,no mesmo instante...cada instante do beijo estava em sua mente,desde o olhar dele antes do beijo,ao movimento das linguas,foi tão natural e tão estranho.Desligou o rádio,e foi até seu violão,pegou uma folha e uma caneta...a única coisa que a deixaria melhor,era escrever uma música...Olhava a folha,e via o olhar de Zac...olhou a foto de seus pais biológicos...

-O que eu fiz? – não sabia se perguntava a ela mesma ou a seus pais.E temia pela resposta dentro dela...

Se concentrou na música...como se isso fosse possivel.Começou a tocar qualquer coisa no violão,e assim as notas saiam...tocava com calma,e lembrando de algo ...do beijo.Passou um certo tempo ali,tentando compor...

Continua...
Ahhh,e ai gostaram?
Cara não sei por que mais esses negocios de "beijo" eu sempre é onde eu mais me concentro para sair legal,mas no fim acaba saindo igual as outras histórias,mas acho que esse é a parte legal,pois você sente o que está rolando na "cena" ,concordam?

Bom,queria agradeçer,e a menina que está usando a conta do pai: qual seu nome ou apelido?E valeu por comentar,usando a conta do pai,isso mostra que realmente gosta da história e eu fico muito feliz....

Bom,beijos e comentem...

4 comentários:

Jorge disse...

De nada , eu realmente gosto muito. Acho que tens muito talento.

Eu já tive para criar uma conta para mim mas ainda não tive paciência xD

Ta lindo o capitulo, Beijiinhos*

Ah o meu nome é Diana

Cristy disse...

olá ...adorei o capitulo

a cena do beijo muito boa:)

beijos...continua ja comentei outro capitulo tbm:)

beijos

caroli e Marta disse...

Ta muiTo giro posta rapido

Paula disse...

Nossa tá perfeito...
Posta rápido...
beijos

Postar um comentário